7% Desconto

26,99 24,99

Em Stock

Pague só 18,99€/unid. na compra de 12

Compre mais. Pague menos

Quantidade Preço
1 - 5 24,99
6 - 11 20,99
12+ 18,99
Comparar
Partilhe este Produto

Descrição

CADA CAPSULA FORNECE:
428 mg de oleo de abobora (Curubita pepo)
100 mg de extracto de urtiga/BN 246** (Urtica spp.)
66 mg de oxido de magnesio (38 mg Magnesio), correspondente a 12% DDR**
60 mg de extracto de pinheiro bravo (Pinus pinaster)
50 mg extracto de cha de Java/BN 290** (Orthosiphon stamineus)
31 mg de gluconato de zinco (4 mg de Zinco), correspondente a 26% DDR**
20 mg de extracto de equinacia/BN 192** (Echinacea pallida)
6,7 mg de D-alfa-tocoferol (30UI de Vit. E), correspondente a 67% DDR**
2,5 mg extracto de palmeto/BN 341** (Sabal serrulata)
* BN = um extracto formulado e estandardizado para a BIONAL
**DDR= Dose Diaria Recomendada
Nao foram adicionados levedura nem gluten a ProstavitR.

ADITIVOS:
Gelatina, glicerol, oleo de soja, glucitol, lecitina de soja, cera de abelha, dioxido de silicio, dioxido
de titanio, riboflavina, beta-caroteno.

MODO DE TOMAR:
ADULTOS: tomar 1 capsula 3 vezes ao dia, durante um mes, ou segundo prescricao medica ou
do seu tecnico de saude. Posteriormente a dose de manutencao podera ser de 1-2 capsulas
diarias.
Nao exceder a toma diaria recomendada.

COMPOSICAO NUTRICIONAL MEDIA por 100 g e por capsula:
Valor energetico: 1970 kJ (476 kcal) 26,9 kJ (6,5 kcal)
Proteinas: 20 g 0,28g
Hidratos de carbono: 0 g 0 g
Lipidos: 41 g 0,56 g

INDICACOES
. Hiperplasia benigna da Prostata
. Alteracoes uro-genitais
. Inflamacoes urinarias

CONTRA-INDICACOES
Nao utilizar em caso de sensibilidade individual a um dos seus ingredientes. Devido aos seus
efeitos no metabolismo hormonal, nao deve ser tomado por mulheres e criancas com idade
inferior a 12 anos.

EFEITOS SECUNDARIOS
Desconhecidos.

INTERACCOES
Desconhecidas.

GRAVIDEZ E AMAMENTACAO
Nao aplicavel a este produto.

AVISOS E PRECAUCOES
Se estiver a tomar alguma especialidade farmaceutica ou se sofre de alguma doenca consulte
primeiro o seu medico antes de tomar este suplemento.
Os suplementos alimentares nao devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar
variado.

CONSERVACAO
Manter fora do alcance das criancas.
Conservar em local seco e fresco e ao abrigo da luz e da humidade (15oC-25oC).

HIPERPLASIA BENIGNA DA PROSTATA
Uma grande percentagem da populacao masculina portuguesa com mais de 50 anos tem
dificuldade em urinar. De um modo geral, isso significa que existem alteracoes ao nivel da funcao
prostatica. As consequencias variam desde a diminuicao da excrecao urinaria, retencao urinaria,
necessidade frequente de urinar e ate mesmo incontinencia. A causa pode ser a hiperplasia
benigna da glandula prostatica.
Com efeito, a partir dos 45-50 anos, torna-se muito importante ajudar a manter o bom
funcionamento da prostata e, se possivel, retardar o aumento do seu volume.
A prostata e uma glandula do aparelho genital masculino, localizada a frente do recto e
imediatamente abaixo da bexiga que mede entre 15 a 30 g e tem a forma e o aspecto de uma
noz. Esta glandula e constituida por tecido muscular e glandular, envolve a parte inicial da uretra
(canal que permite a passagem da urina desde a bexiga ate a extremidade do penis), e tem como
funcao a producao de uma secrecao prostatica que durante o orgasmo masculino e lancada na
uretra, atraves dos ductos prostaticos, pela contraccao do tecido prostatico.
A partir dos 45 anos, e na presenca de niveis normais de testosterona, a area peri-uretral da
prostata sofre um crescimento, uma hiperplasia microscopica gradual. Quando este crescimento
e exagerado, devido a um desequilibrio hormonal (excesso de dihidrotestosterona), origina a
compressao e a deformacao da bexiga e da uretra, causando desconforto principalmente ao nivel
da funcao urinaria. Os sintomas mais frequentes sao:
. Jacto urinario cada vez mais fraco
. Jactos intermitentes
. Gotejamento
. Sensacao de esvaziamento incompleto da bexiga
. Dificuldade ou demora para iniciar a miccao
. Necessidade frequente de urinar
. Acordar varias vezes a noite para urinar
. Urgencia em urinar
. Dor, ardor e sensacao de queimadura ao urinar

Oleo de semente de abobora (Cucurbita pepo L.)
O oleo das sementes de abobora possui cucurbitacinas, que inibem o aumento de volume da
prostata, o que se reflecte no volume urinario, frequencia da necessidade de urinar e a retencao
urinaria. Analises laboratoriais, em animais concluiram que as cucurbitacinas inibem a ligacao da
dihidrotestosterona aos receptores de androgenio prostaticos, inibindo assim o crescimento da
glandula.
A semente contem ainda fitoesterois com accao anti-inflamatoria que reduzem a conversao de
testosterona em dihidrotestosterona, e assim contribuem para o equilibrio hormonal, vitamina E
(antioxidante) e acidos gordos que interferem nos mecanismos hormonais da prostata.
Estudos realizados em 2245 pacientes com HBP, de estagio I e II, revelaram que ao fim de 12
semanas de suplementacao com oleo de sementes de abobora as queixas urinarias diminuiram
cerca de 41,4%, mais de 96 % dos pacientes nao referiu a ocorrencia de efeitos secundarios.

Extracto de urtiga (Urtica dioica L.)
As raizes de urtiga tem esterois, beta-sitosterol, linhanos e acidos gordos. Investigacoes mostram
que estes linhanos e os acidos diminuem a actividade da proteina de ligacao da hormona sexual,
responsavel pela conexao entre a hormona e os receptores, reduzindo assim o aumento do
tecido prostatico. Uma reducao significativa do volume prostatico foi verificada num estudo, com
253 pacientes com HBP, apos a ingestao de 1200 mg de extracto radicular de urtiga, num
periodo de 12 semanas. De salientar, que de mais de 16000 pessoas tratadas com extracto de
urtiga, em varias analises clinicas, so 5% referiu a ocorrencia de efeitos secundarios.

Palmeto (Sabal serrulata L.)
Os frutos desta pequena palmeira contem teores elevados de acidos gordos e fitoesterois,
principalmente o ƒÀ-sitosterol. Os acidos gordos actuam inibindo a enzima 5-ƒ¿-reductase,
responsavel pela conversao de testosterona em dihidrotestosterona. O ƒÀ-sitosterol, por seu lado
inibe a sintese de prostaglandina na prostata. Em todas as analises elaboradas envolvendo o
extracto deste fruto, verificou-se uma reducao significativa dos sintomas urinarios relacionados
com a HBP.

Cha de java (Orthosiphon aristatus Miquel)
As folhas desta planta, fonte de diterpenos, sesquiterpenos, fenois e flavonoides, apresentam
uma reconhecida accao diuretica. Testes em animais confirmam a eliminacao de toxinas, de
maior fluxo urinario, bem como a excrecao de sodio.

Equinacia (Echinacea pallida Nutt.)
Apresenta propriedades anti-infecciosas, actuando atraves da estimulacao do sistema imunitario,
permite combater as infeccoes do tracto urinario.

Pinheiro bravo (Pinus pinaster Ait.)
O extracto deste pinheiro e composto por beta-sitosterol, um fitosterol que inibe a sintese de
prostaglandinas na prostata, inibindo assim o processo inflamatorio. Estudos clinicos indicam que
a toma de 20 mg de beta-sitosterol, 3 vezes por dia, contribui para a reducao significativa das
queixas relacionadas com a prostata. Cada capsula de ProstavitR contem 60 mg de betasitosterol.

Magnesio
Este mineral impede a entrada do calcio nas celulas do miocardio e do musculo liso dos vasos
sanguineos, diminuindo a resistencia vascular periferica e a pressao arterial. Este bloqueio do
calcio a nivel da musculatura lisa reduz a contraccao da bexiga. Regula o metabolismo do calcio
atraves da calcitonina e hormonas paratiroideias. O magnesio e ainda um suplemento importante
para os mecanismos de producao de energia, sintese proteica e replicacao celular.

Zinco
O zinco e um mineral importante ao nivel do sistema imunitario, e essencial para o metabolismo
da prostata, ajuda por exemplo a garantir a maturacao e viabilidade dos gametas reprodutores.
Uma deficiencia em zinco causa decrescimo no volume e na actividade do esperma, e uma
diminuicao nos niveis de testosterona. Estudos cientificos indicam que os homens com niveis
baixos de testosterona, e portanto menos ferteis, beneficiam com a toma de suplementos com
zinco.

D-alfa-tocoferol
A vitamina E, actua como antioxidante, protege contra a accao dos radicais livres e das
agressoes exteriores, ajuda a prevenir o envelhecimento celular, e estimula as defesas do
organismo.

EFICACIA DE PROSTAVIT COMPROVADA POR ANALISES CLINICAS
Em 2001, 20 pacientes, com idades compreendidas entre os 40-80 anos, foram submetidos a um
ensaio com ProstavitR durante 8 semanas. Este estudo foi realizado na Universidade de Medicina
de Kaunas, na Lituania, sob a direccao do Dr A. Radavicius.
Salienta-se que os pacientes completaram o ensaio e nenhum desenvolveu reaccoes
secundarias ou alergicas. As diferentes medicoes foram efectuadas de 2 em 2 semanas.
Resultados:
Volume de urina retida = menos 50%, nas primeiras 4 semanas e menos 83% ao fim das oito
semanas de estudo
Volume da prostata = diminuiu cerca de 10% em 8 semanas
Frequencia de miccao nocturna = menos 36%
Qualidade de vida = Diminuiu de 4,3 para 2,1, parametro avaliado atraves de uma escala
qualitativa entre 0 (muito boa) e 6 (muito ma).
Conclusoes:
O tratamento da HBP com ProstavitR e possivel, nas fases I e II, quando o volume de urina retida
em cada miccao nao excede os 100 ml. Verifica-se uma melhoria significativa dos sintomas com
a toma de 3 capsulas por dia, a tomar pelo periodo minimo de 8 semanas

X